Radar de taxas de juros do financiamento imobiliário 2023

25 Setembro 2023 | Atualizado em 13 Novembro 2023
Por Redação MySide

Se você está na jornada de financiamento de um imóvel, monitorar os juros do financiamento e descobrir qual banco tem a taxa mais favorável para o seu perfil de crédito é fundamental.

Neste Radar, você confere o valor das taxas de juros para o financiamento imobiliário hoje nos principais bancos e pode comparar a evolução das taxas nos últimos meses, além de conferir o histórico e tendências para cada instituição.

O monitoramento e atualização das taxas é feito mensalmente pela MyCred, equipe de especialistas em financiamento da MySide.

Para avaliar as taxas corretamente, você deve saber que:

  • O financiamento com taxas de juros fixa + Taxa Referencial (TR) está sendo utilizado como modalidade padrão, uma vez que é o tipo de financiamento mais comum. Já outras modalidades de financiamento, como os pós-fixados atrelados à poupança ou IPCA, estão sendo representados mais abaixo.
  • O histórico e os gráficos de evolução apresentam as taxas a partir do valor mínimo, o que significa que a taxa de juros pode variar de acordo com a renda e relacionamento entre banco e cliente. Portanto, é importante ficar atento a esses detalhes durante a leitura dos indicadores.
  • Cada banco define quais são as condições comerciais exigidas para que os clientes possam acessar determinada taxa de juros. Especificamos as políticas de cada instituição na análise individual dos bancos.

Taxa de juros financiamento imobiliário hoje - Novembro/2023

  • Bradesco - (10,49% até 11,49% a.a) + TR - sendo 10,49% Cliente Prime (Renda superior a R$ 15 mil) / 10,99% Cliente Exclusive (renda entre R$ 4 e 15 mil) / 11,49% Renda até R$ 4 mil.
  • Itaú - (10,49% até 11,88%) + TR - sendo  (10,49% a 11,59% a.a.) +TR para clientes Personnalité e Private - (11,59% a 11,88% a.a.) +TR para clientes Uniclass - 11,88% para clientes de agências convencionais.
  • Santander - (10,99% a 12,49%) + TR - sendo, de 10,99% a 12,29% taxa mais comum obtida com condições - 12,49% taxa sem bonificação (sem condições - menos comum).
  • Caixa - (9,79% até 9,99%) +TR - sendo 9,79% servidor público ou débito automático da parcela do financiamento, transferir salário pra Caixa e adquirir um produto / 9,89% com débito automático da parcela do financiamento, transferir salário pra Caixa e adquirir um produto / 9,99% sem relacionamento. 
  • Banco do Brasil - (10,25% à 11,33%) + TR - sendo de 10,25% à 11,33% + TR sem considerar prazos menores.  - A depender do relacionamento com o banco, idade e prazo do financiamento.

Evolução das taxas de juros nos últimos 12 meses

Histórico taxa de juros financiamento imobiliário

Histórico da taxa de juros do financiamento imobiliário novembro de 2023

Qual a menor taxa de financiamento imobiliário hoje?

Atualmente, a Caixa Econômica Federal é quem oferece as menores taxas de juros para financiamento imobiliário. As taxas são de 9,79% + TR para clientes com débito automático da parcela, salário na conta corrente e mais um produto da instituição. Também há as opções de só ter o débito automático e contar com uma taxa de 9,89% + TR e não preencher nenhum dos pré-requisitos e ter a taxa de 9,99% + TR.

Financiamento com as melhores taxas. Receba uma pré-análise personalizada.

Confira as condições de taxas de juros em cada um dos bancos

Para você ficar a par dos critérios de aprovação de cada banco e poder comparar condições entre as instituições, navegue pelas nossas as páginas individuais de taxa de juros nos principais bancos para financiamento imobiliário!

Outras modalidades de financiamento imobiliário e suas taxas

Além do modelo de juros do financiamento pré-fixado corrigido pela TR, o mais tradicional, ainda existem outras modalidades de taxas, as “pós-fixadas” atreladas a indicadores de mercado, como a poupança ou ao IPCA.

Elas são assim conhecidas por serem compostas de uma taxa fixa menor e outra parte variável, que corresponde à correção mensal pelo indexador, o que faz com que essas taxas sejam menos estáveis.

Taxas de juros para financiamento atrelado à poupança

Banco Taxa Observação
Itaú 5,49% até 5,72% + Poupança (6,17%) +TR -
Caixa 3,79 / 3,89% / 3,99% + Poupança (6,17%) +TR 3,79% servidor público + relacionamento ou relacionamento e recebendo salário na conta /
3,89% relacionamento / 3,99% sem relacionamento. + Poupança (6,17%)
Bradesco 4,49% + Poupança (6,17%) +TR -

O Santander e o Banco do Brasil não oferecem essa forma de financiamento.

Taxas de juros para financiamento atrelado ao IPCA

CAIXA - SAC/IPCA Sem relacionamento prévio Com relacionamento Relacionamento Plus/ Servidor
Taxa de juros + IPCA 5,30% 5,00% 4,85%

Apenas a Caixa oferece taxas de juros para financiamento imobiliário atrelado ao IPCA com o prazo máximo de 240 meses e o valor financiado não pode ultrapassar 60% do valor total do imóvel.

Perguntas frequentes

Qual a taxa de juros dos bancos para financiamento de imóveis HOJE?

Cada banco possui uma certa variação na porcentagem das taxas de juros para financiamento de imóveis. São elas:

  • Bradesco - (10,49% até 11,49% a.a) +TR
  • Itaú - (10,49% até 11,88%) + TR
  • Santander - (10,99% a 12,49%) + TR
  • Caixa - (9,79% até 9,99%) +TR
  • Banco do Brasil - (10,25% a 11,33%) + TR 

Como reduzir a taxa de juros do financiamento imobiliário?

O descontentamento com as taxas de juros do financiamento imobiliário pode surgir em duas ocasiões: no período de busca por um imóvel ou após assinar o contrato.

Se você ainda não assinou o contrato, mas está achando as taxas de juros que seu banco oferece altas para o seu orçamento, é importante pesquisar quais as taxas e condições que outras instituições oferecem.

Se você já assinou o contrato e está descontente com a taxa de juros do seu financiamento, existe a possibilidade de pedir a portabilidade para outra instituição com juros mais baixos.

Em resumo, o cliente passa por um processo muito parecido com o de aprovação do crédito imobiliário, tendo que comprovar sua renda, além de apresentar documentos atualizados do financiamento e da dívida.

Entretanto, é importante analisar essa opção com cuidado, visto que a única coisa que vai mudar é a taxa de juros, portanto o prazo e o saldo dividendo seguem os mesmos.

Qual a melhor taxa de financiamento imobiliário 2023?

A melhor taxa de juros é aquela que cabe no seu bolso. Dentre as opções que existem no mercado, a Caixa Econômica Federal é o banco que, diante de algumas condições, oferece as melhores taxas atualmente. São elas:

  • 9,79% a.a.+ TR para clientes que autorizam o débito automático da parcela do financiamento, recebem o salário na Caixa e adquirem um produto.
  • 9,89% a.a. para quem só autoriza o débito automático da parcela.
  • 9,99% a.a. para aqueles que não atendem a nenhum dos pré-requisitos.

Mas, ainda sim, para saber qual a melhor taxa para a sua situação, é importante fazer uma simulação do financiamento imobiliário.

O que influencia na taxa de juros do financiamento imobiliário?

As taxas de juros do financiamento imobiliário são influenciadas, principalmente, pelas oscilações da Taxa Selic, que é o principal balizador de juros do país.

Além disso, outros fatores como o percentual de inadimplência, a demanda por créditos imobiliários e a competitividade entre as instituições que oferecem financiamento também intervêm nas taxas de juros.

Inscreva-se abaixo e receba o relatório mensal em primeira mão:

Deixe seu comentário ou dúvida