Como é morar no Setor Central em Goiânia?

10 Janeiro 2022 | Atualizado em 27 Junho 2024
Por Isadora Assis

Setor Central

Localizado perto dos bairros Setor Aeroporto, Setor Leste Universitário e Setor Leste Vila Nova, o Setor Central é o primeiro bairro de Goiânia, a partir do qual a cidade se desenvolveu. 

O setor conta com importantes avenidas e diversos pontos de interesse para quem visita Goiânia. Possui construções que conservam o estilo Art Déco da época, comércio aquecido, com destaque para o Mercado Central, e muito espaço de cultura e lazer, além de, é claro, de alguns apartamentos à venda no Setor Central.

Criado em 1933, o bairro foi planejado pelo arquiteto Attilio Corrêa Lima, com atenção especial para a Praça Cívica como centro administrativo. Por isso, as Avenidas Araguaia, Tocantins e Goiás formam um triângulo apontando para a praça.

Mapa Setor Central
Mapa Setor Central

Uma curiosidade interessante é que algumas pessoas enxergam a figura do manto de Nossa Senhora Aparecida neste traçado das ruas que levam à praça. Por outro lado, há também aqueles que tratam tal afirmação como mito. Parecendo ou não o manto da Santa, o arco conecta as principais avenidas do Setor Central.

Os primeiros moradores do bairro foram alocados na região da Avenida Araguaia, em direção ao Córrego Botafogo. Naquela época, o setor costumava ser bem menor do que é hoje, com poucas lojas, uma escola, um cinema e, claro, a Praça Cívica.

Atualmente, o Setor Central é o sexto mais populoso da cidade, com agitados bairros vizinhos e importantes avenidas que cruzam o setor.

Conheça os apartamentos no Setor Central

Ver apartamentos

Revitalização do Setor Central

No final de 2023 foi aprovado o projeto de revitalização da região Central da cidade. A iniciativa visa melhorar a qualidade de vida do Setor em diversas frentes. Nomeado de Centraliza Goiânia, a ideia geral é trazer a vida de volta ao bairro, tanto como novos moradores, quanto a maior circulação de pessoas com iniciativas culturais e de lazer. 

Algumas das ações previstas no planejamento são:

  • Isenção no IPTU para imóveis comerciais que passarem pelo Retrofit de fachadas ou revitalização das publicidades durante 5 anos .
  • Isenção de IPTU para imóveis residenciais novos ou reformados durante 5 anos e 60% de desconto por 10 anos. 
  • Fechamento de ruas nos finais de semana para feiras e eventos ao ar livre. 
  • A readequação da Avenida Anhanguera em passeio somente para pedestres
  • Revitalização do Jóquei Clube.
  • Diversas outras iniciativas que podem ser acessadas através do site oficial.
Pedestrialização da Avenida Anhanguera, Setor Central - Goiânia
Projeto de pedestrialização da Avenida Anhanguera no Setor Central. (Reprodução/PMG)

Principais avenidas do Centro de Goiânia

O Setor Central foi idealizado para conter largas avenidas, com três principais, que levariam à Praça Cívica, o centro do poder da cidade nos anos 1930, a época de sua construção. Conheça mais sobre essas importantes avenidas do bairro.

Avenida Anhanguera

A Avenida Anhanguera é a principal avenida do Setor Central, e uma das mais importantes de Goiânia, ligando a região oeste com a região leste. Ela foi uma das primeiras avenidas a ser construída na cidade, a qual antigamente possuía em sua maioria, ruelas. 

No Setor Central, a Avenida Anhanguera é cortada pela Avenida Goiás, e representa uma importante via de comércio do bairro, com diversas lojas, bancos, prestadores de serviços, e a poucos passos do Mercado Central de Goiânia.

Avenida Goiás

Com início na Praça Cívica, a Avenida Goiás estende-se até a região noroeste de Goiânia. No Centro, faz seu principal cruzamento com a Avenida Anhanguera. Também foi uma das primeiras vias públicas construídas na cidade, e atualmente conta com faixa exclusiva para transporte de ônibus público. 

É ao longo da Avenida Goiás que se encontram diversos monumentos no estilo Art Déco em Goiânia, com destaque para o Monumento ao Bandeirante, no cruzamento com a Avenida Anhanguera, e o Grande Hotel, primeiro hotel a ser construído em Goiânia.

Avenida Araguaia

A Avenida Araguaia faz cruzamento com a Avenida Anhanguera, um verdadeiro trava-língua na região do Mercado Central. Se inicia na Praça Cívica e vai até a região do Parque Mutirama, sendo consideravelmente menor que as outras avenidas do Setor Central.

Apesar disso, a Avenida Araguaia possui em toda sua extensão diversos comércios, em sua maioria lojas de varejo, sendo um importante e movimentado centro comercial de Goiânia. 

Lugares para visitar no Setor Central

Agora que você já conhece as principais avenidas do Setor Central, confira em seguida o que esse bairro tem de melhor para oferecer.

1. Mercado Central

O Mercado Central é uma das principais atrações do Setor Central, localizado na Rua 03. Também chamado de Mercado Municipal, seu funcionamento iniciou em 1950, com produtos e atrativos que estão presentes até hoje.

Lá é possível encontrar farináceos, castanhas, doces, queijos, raízes, frutas, açougue, peixaria, e artesanato. O destaque do Mercado Central, porém, é a empada, referência gastronômica do mercado e a mais famosa de Goiânia. Parte da tradição de experimentar a empada do Mercado Central é comê-la em pé, então vá preparado!

Empada do Senhor Alberto, no Mercado Central
Empada do Senhor Alberto, no Mercado Central

2. Centro de Convenções de Goiânia

O Centro de Cultura e Convenções Gercina Borges, mais conhecido como Centro de Convenções de Goiânia, está localizado na esquina da Rua 03 com a Rua 04. Conta com hotéis, bancos, opções gastronômicas e de compra e lazer à sua volta. 

O local costuma ser palco para congressos nacionais, reunindo milhares de pessoas, e atualmente conta com uma opção de estúdio com equipamentos para a realização de lives e eventos híbridos. 

Com uma área de cinquenta e um mil metros quadrados, possui dois pavilhões, dois auditórios, onze salas para reuniões e um teatro, o Teatro Rio Vermelho. 

Teatro Rio Vermelho

Com capacidade para cerca de duas mil pessoas, plateia dividida em dois níveis e sete camarins, o Teatro Rio Vermelho é um dos maiores de Goiânia. O foco do Teatro Rio Vermelho, ao contrário da maioria dos teatros de Goiânia, é receber eventos acadêmicos e corporativos.

Encontre um imóvel em Goiânia
na região de sua preferência

3. Parque Botafogo

O Parque Botafogo, localizado entre as avenidas Araguaia e ruas 200-A e 200-C, conta com mais de 172 mil metros quadrados e é uma área de mata fechada, permitindo muito contato com a natureza.

Possui parquinho, pista de cooper, estação de ginástica ao ar livre, lago, trilhas, e quadras poliesportivas. Forma ainda um complexo de lazer dividido pela Marginal Botafogo com o Parque Mutirama, também no Setor Central. 

Criado em 1938, o Parque Botafogo tem recebido reclamações devido a problemas na sua infraestrutura, falta de policiamento e abandono. Um lugar procurado por moradores de todas as idades, a rara manutenção das calçadas, aparelhos de ginástica e da própria flora do local desencoraja os moradores da área a frequentar o local.

Parque botafogo
Parque Botafogo

4. Parque Mutirama

Caso você esteja a passeio pela capital, o Parque Mutirama é uma das coisas para fazer em Goiânia que garante diversão para toda a família. 

O Parque Mutirama é um parque de diversões que integra o complexo de lazer do Parque Botafogo. Com funcionamento de quinta a domingo, das 10h às 16h, o parque tem capacidade para 6 mil pessoas. Fundado em 1969, o local é uma clássica atração para turistas e moradores da área. 

Conta com 30 atrações, entre elas tobogã, roda gigante, cinema 4D, montanha russa, carrossel, parque de dinossauros com réplicas em tamanho real e um planetário, que pertence à Universidade Federal de Goiás. 

Parque Mutirama
Parque Mutirama

5. Praça Doutor Pedro Ludovico Teixeira

Não é possível deixar de mencionar a Praça Doutor Pedro Ludovico Teixeira como um dos destaques do Setor Central. Mais conhecida como Praça Cívica, foi a primeira praça construída em Goiânia, e é considerada o marco inicial da construção da cidade.

Praça Cívica
Praça Cívica

Você pode ter percebido que a maioria das avenidas principais do Centro levam à praça. Isso é porque, na época da idealização de Goiânia, a Praça Cívica era o centro do poder da cidade. 

É nela que se encontram o Palácio das Esmeraldas, a residência oficial do governador de Goiânia, e o Palácio Pedro Ludovico Teixeira, edifício sede da administração pública estadual, antigamente conhecido como Centro Administrativo.

No centro da praça está o Monumento à Goiânia, também chamado de Monumento às Três Raças. É uma escultura esculpida a bronze e granito homenageando a miscigenação entre as etnias branca, negra e indígena, que deu origem ao povo goiano.

Monumento às Três Raças, na Praça Cívica
Monumento às Três Raças, na Praça Cívica

Todos os anos, a Praça Cívica abriga festividades de fim de ano, como comemorações de Natal e Ano Novo, bem como celebrações do aniversário de Goiânia, todo 24 de outubro. A praça também é palco para apresentações culturais e religiosas, como as comemorações de Corpus Christi, além de manifestações populares e shows musicais.

Como é morar no Setor Central?

O Setor Central conta com inúmeras opções de comércio, supermercados, hotéis, clínicas, drogarias, bancos, restaurantes, bares e pubs, além de muita história e diversos pontos turísticos da cidade de Goiânia.

Cercado por setores movimentados com importantes avenidas cruzando o bairro, o Setor Central é agitado durante o dia, graças à sua privilegiada localização, o que também permite que seus moradores desfrutem dos serviços oferecidos por bairros vizinhos.

Um empreendimento que ganha destaque é o Katedral Sky Rooftop, em frente à Catedral de Goiânia e a duas quadras da Praça Cívica. Com opções de apartamento na planta de 2 e 3 quartos, e entrega está prevista para 2024.

Katedral Sky Rooftop, no Setor Central
Katedral Sky Rooftop, no Setor Central.

Confira os preços

Katedral Sky Rooftop

Preço a partir de R$ 519 mil

Continue para ver o plano de pagamento detalhado

*Os valores podem variar dependendo da configuração e disponibilidade das unidades.

 

Deixe seu comentário ou dúvida